Confie em Deus

Confie em Deus

Como foi a sua semana? Como está o seu dia?

Você não está entendendo nada do que está acontecendo com você?

Nada faz sentido nesse momento?

Você acordou se sentindo tão derrotado hoje e tem, dia após dia, perguntado pra Deus os porquês. Por que tanta coisa? Por que está acontecendo? Por que não consigo sair dessa situação? Por que comigo? Por que nada muda? Por que o Senhor não responde? Por que, por que, por que…

Ei, pare de fazer perguntas! Estamos exatamente onde deveríamos estar. Estamos vivendo exatamente aquilo que Deus quer que a gente viva.

Precisamos aprender a confiar em Deus!

Declaramos que confiamos, mas a verdade é que não confiamos. Não confiamos naquilo que não temos controle. Temos muita dificuldade em acreditar no plano de Deus quando ele não é bem daquele jeito que imaginamos que fosse.

Precisamos crer que  todas as coisas cooperam para o bem daqueles que amam a Deus e que são chamados de acordo com seu propósito (Rm. 8.28). Mas será que cremos mesmo nesse verso? (vamos lá alguém? Só eu?) Todas as coisas, são TODAS as coisas! Deus não disse que algumas coisas contribuiriam ou que Ele agiria em umas e em outras não. A Palavra Dele nos diz TODAS as coisas. Então, precisamos crer nisso. Precisamos ter fé para saber e viver isso!

Precisamos estar convencidos de que todos os detalhes de nossas vidas estão continuamente entrelaçados para se encaixar no plano perfeito de Deus de trazer o bem para nossas vidas, pois o amamos e fomos chamados para cumprir seu propósito planejado (versão The Passion). (Uaauu, isso é demais!)

Quem se lembra da história de José? Vamos tentar nos imaginar na pele dele, só por um instante. Como será que José se sentiu quando seus irmãos planejaram sua morte e o jogaram num buraco? Será que isso fez algum sentido pra ele naquele momento? Foi vendido como escravo e levado para bem longe de sua família. De um dia para o outro, ele que era um filho amado e protegido, passou a trabalhar como escravo. Será que esse foi um bom dia para José? Será que ele questionou o Senhor? Talvez! José, assim como nós, não sabia o propósito do Senhor e nem conhecia o dia de amanhã.

José foi reconhecido por seu senhor, seu trabalho era bem-sucedido, Deus era com ele o tempo todo. Até que, novamente, foi injustamente acusado e lançado na prisão. E esse dia da vida de José, será que foi bom pra ele? Será que ele questionou o Senhor? Talvez! Será que esse dia fugiu da soberania de Deus? Você acha que a prisão injusta de José cooperou para o seu bem? Será que ele acreditou nisso no dia em que foi preso? 

Novamente, José é bem-sucedido, Deus era com ele, onde ele estivesse. Ele estava no exato lugar onde deveria estar, dentro dos planos que o Senhor tinha pra ele. Nada deveria fazer muito sentido naquele momento, imagino, mas ele permaneceu. José não se dobrou, nem desistiu. Ele confiou no Senhor.

Então, José chega, novamente, no lugar onde deveria estar. Um lugar que sempre foi seu, um lugar de governo e autoridade que Deus mesmo já havia lhe revelado nos sonhos da sua mocidade. Mas, será que José imaginou que chegaria ali um dia? Ou melhor, será que José imaginou que o caminho para isso seria sendo humilhado, escravizado, caluniado e preso? 

Por acaso, alguma dessas coisas não contribuíram para o bem e o propósito ao qual José havia sido destinado? Não, né? TODAS essas coisas cooperaram e foram necessárias para levar José até o seu destino. Por mais que não parecessem boas e agradáveis. Por mais que não fizessem sentido algum no momento, quando vemos a história completa, percebemos que TUDO contribuiu para levar José a cumprir o propósito do Senhor.

Como eu e você, José só entendeu no final. No capítulo 50 de Gênesis, os irmãos de José estavam com medo que todo o mal que fizeram lhes fosse retribuído e se prostraram como escravos diante dele, mas ele diz aos seus irmãos, nos versos 19 e 20: “Não tenham medo de mim. Por acaso sou Deus para castigá-los? Vocês pretendiam me fazer o mal, mas Deus planejou tudo para o bem. Colocou-me neste cargo para que eu pudesse salvar a vida de muitos.” (NVT)

Eiiiii…José precisava viver cada dia que viveu, cada situação, cada momento, para ser quem Deus queria que ele fosse. 

Nada foge do plano do Senhor. Não há nenhuma linha solta. Não há, sequer, um ponto sem nó. Não há um só dia, uma só situação em que Deus não trabalha em nós para nos transformar e nos conduzir para o propósito ao qual nos chamou.

Não empenhe seus esforços em questionar o Deus soberano. Apenas se renda aos caminhos Dele. Se achegue diante Dele com o coração quebrantado, disponível e ensinável. Entregue tudo aos pés Dele, não queira ter o controle, se deixe ser moldado e transformado por qualquer que seja a situação. 

Talvez a gente nunca conheça os porquês de Deus. Mas se entendermos para que vivemos cada dia, com uma visão eterna do propósito para o qual fomos chamados, nossos desafios sem sentido, passarão a ter TODO SENTIDO: Estamos no lugar exato, na hora exata, vivendo a situação exata que Deus planejou para sermos moldados e transformados à sua imagem e semelhança, aperfeiçoados em fé, conduzidos para o lugar que Ele nos destinou para ocupar.

Senhor, que o Teu Espírito nos ensine a confiar em Ti de tal maneira que a gente não queira entender, mas queira apenas viver e aprender com cada dia, com cada pessoa, com cada situação. Que a gente esteja convencido de que TODAS as coisas trabalham para o nosso bem, mesmo aquelas que não entendemos, mesmo quando nada faz sentido. Nos faz encontrar sentido no Senhor, nos faz confiar no Seu plano perfeito, no Seu propósito eterno, no Seu amor de pai. Nos ensina a confiar de verdade, de todo coração, na Sua Palavra, nas Suas promessas e nos Seus caminhos. Em Nome de Jesus. Amém.

CONFIE, VOCÊ SABERÁ QUE PRECISAVA TER VIVIDO CADA ONTEM QUANDO O HOJE DE DEUS CHEGAR!

Pregação: Pastor Lu
Transcrição: Amanda Correia

TALVEZ SEUS AMIGOS PODEM GOSTAR DISSO TAMBÉM

Outros que você pode gostar

PARTICIPE DA CONVERSA, DEIXE COMENTÁRIO!

DESCUBRA O CRISTIANISMO EM

6 SEMANAS

Diga sim a essa jornada incrível!
Você receberá um e-mail por semana, com conteúdo prático e de fácil leitura.